Calatrava sem fachadas

-
A nova estação de "train à grande vitesse"- TGV, que significa trem de alta velocidade - na Bélgica foi projetada por Santiago Calatrava. Na cidade de Liège, a estação Liège-Guillemins apresenta uma grande cobertura sem vedações. Sua forma abaolada é justificada pela semelhança aos montes da paisagem onde foi inserida. O arquiteto diz que a estrutura com forma de abóbora - quando nós sabemos que pode ter forma de qualquer coisa, menos de abóbora - tem 145 metros de altura, passando por 5 níveis de plataformas. Por lá passam mais de 36 mil pessoas por dia e para sustentar tudo isso, nada mais nada menos que 10 mil toneladas de aço.


A estação atua como a primeira etapa do processo de renovação econômica da cidade, que já foi pólo industrial: em direção ao nordeste, área urbana bastante degradada e a sudoeste, área residencial. Para completar a composição visual obre-cidade, foi implantada uma enorme faixa contínua de atividade comercial, localizada no eixo central do projeto. "A abóbada de 73 metros de largura, é composta por 39 arcos equidistantes, que distam aproximadamente dois metros uns dos outos e que terminam nas pontes. 3.000 toneladas de aço foram necessárias para construir as duas pontes. Cruzados, os arcos são ligados por tirantes. Os arcos e os tirantes formam o padrão da grelha do arco. Cobre um comprimento de 200 metros e atinge o seu ponto mais alto aos 40 metros."
"A estação irá tornar-se um dos principais nós da rede de alta velocidade na europa, levando apenas 2 horas para chegar de Paris a Frankfurt, e 3 horas a Londres."
















Boa semana a todos!

3 comentários:

Andre disse...

ótimos posts, projetos muito bem selecionados e textos bem escritos. Estou acompanhando! Inclusive peço permissão para divulgar seu site no meu blog, onde tenho um espaço rotativo de blogs pertinentes como o de vcs! parabéns!

André disse...

Legal Cuka! o blog de vcs já está por lá hein, mas quero ver + posts tá?! srsrs bjo boa sorte!

Anônimo disse...

eu quero maaaaaaaaais posts! Ah nem!
BRUNAO